• Images

    Parque da Ciência e Tecnologia de Maluana

    Um Parque de Ciência e Tecnologia consiste numa infra-estrutura de apoio, tal como terreno infra-estruturado, edifícios e serviços de gestão, para o estabelecimento e o desenvolvimento de empresas baseadas no conhecimento, localizadas num ambiente ligado a centros de investigação e tecnologia de excelência, tais como instituições de ensino superior (IES) e instituições de investigação (IIs).

    A essência de um Parque de Ciência e Tecnologia é de gerir o fluxo do conhecimento e actuar como uma ponte entre a pesquisa e o mercado que realce e incremente, o desenvolvimento, a transferência e a comercialização da tecnologia e da inovação. Acrescido a este facto, é dever do Parque impulsionar o desenvolvimento nas áreas de Inovação, Ciência e Tecnologia e nas comunidades em que é implantado.

    O Parque de Ciência e Tecnologia de Maluana localiza-se em Maluana distrito da Manhiça, província de Maputo. É um lugar de produção, desenvolvimento e disseminação de conhecimento, entre academias, sector privado, sector público, sociedade civil e comunidade local.

    O Parque de Ciência e Tecnologia de Maluana (PCTM) será a médio prazo um lugar de excelência a nível nacional, na área de Inovação, Ciência e Tecnologia. Foi criado através do Decreto nº 6/2012 de 10 de Maio, pelo Conselho de Ministros. Este é um empreendimento público, criado pelo governo de Moçambique e conta com a gestão da SAAA, entidade juriidica criada para a gestão do Parque, seleccionada via concurso público.

    O parque tem uma área de 950 hectares, sendo que num horizonte de 15 anos será infra-estruturado os primeiros 360 hectares do mesmo. O PCTM possui já um edifício âncora que denomina-se Centro de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (CIDT).

    O CIDT possui três componentes principais: a incubação de empresas de base tecnológica; o centro de ensinamento e aprendizagem; e hospedagem de empresas.

    Contará igualmente com um Centro de Biotecnologia e áreas complementares de apoio as componentes citadas.

    Este vai permitir, por meio da interacção entre os diferentes sakeholders do Parque:

        . Gerar oportunidades de emprego significativas de alto valor;
        . Realizar investigação conjunta e comercializável assente nos esforços de inovação do país;
        . Canalizar a transferência de conhecimento do sector privado para as instituições de ensino superior e de investigação e vice-versa;
        . Permitir o surgimento de clusters;
        . Promover a interligação das indústrias, PMEs, academia e mercado; e
        . Impulsionar o desenvolvimento das comunidades circunvizinhas do Parque e do País.

    Missão

    “Providenciar através do desenvolvimento faseado do primeiro Parque de Ciência e Tecnologia de prestígio em Moçambique, um ambiente único, de suporte e sustentável para o desenvolvimento da actividade empreendedora e de educação que facilitará a transferência de tecnologia, formação, incubação de negócios e exploração comercial baseado no conhecimento”.

     Visão

    “Promover o desenvolvimento sócio-económico em Moçambique, encorajando a investigação e aprendizagem assim como o espírito empreendedor nas áreas relacionadas com tecnologias, criando riqueza para empresas baseadas no parque e para o país.”
     

  • Images

    Graduação de Estudantes

    A Vice-Ministra da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Professora Doutora Leda Hugo, dirigiu, na Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015, a primeira cerimónia de graduação do Instituto Agro-Industrial de Salamanga (IAIS), Distrito de Matutuine, Província de Maputo.

    Na sua breve intervenção, a Vice-Ministria da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional exortou aos primeiros técnicos médios graduados pelo IAIS a dialogar com as comunidades a usarem os conhecimentos adquiridos, para a melhoria das condições de vida do povo e fez votos para que eles valorizem o investimento feito pelos seus pais e encarregados de educação.

    “Vocês têm a sorte de terem estudado numa província bastante rica e potencial em terras para o desenvolvimento da agricultura, pecuária e do turismo . A graduação que hoje fazemos significa o início de uma nova etapa na vossa história , pois vão aplicar na vida real, os conhecimentos aqui adquiridos”.

    Durante o evento, os graduados fizeram a leitura de uma mensagem na qual demonstraram que estão preparados para o novo desafios profissionais. “Afirmamos que adquirimos conhecimentos técnicos e científicos suficientes, como saber estar, ser e fazer, ferramentas indispensáveis para o exercício das funções que nos forem confiadas”, diz a mensagem dos graduados.

    O Instituto Agro-Industrial de Salamanga (IAIS) é uma instituição de ensino público vocacionado para a formação de profissionais das áreas de Agro-processamento (agro-pecuária) e de Hotelaria e turismo (guias turísticos e Ecoturismo). Este estabelecimento do ensino técnico profissional funciona desde o ano de 2012 e foi inaugurado oficialmente no ano de 2013.

    A cerimónia, contou com a presença de diversas individualidades, entre elas, o Representante do Governador da Província de Maputo, o Administrador do Distrito de Matutuine, os Directores Nacional de Ensino Técnico, o Director do Serviço de Educação Juventude e Tecnologia de Matutuine, os Chefes do Postos, os Parceiros do Instituto e a comunidade local.

Notícias

Sobre Nós

O Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional é o órgão central do aparelho de Estado que, de acordo com os princípios, objectivos, políticas e planos definidos pelo Governo, determina, regula, planifica, coordena, monitora e avalia as actividades no âmbito da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional