Programa Moçambique Tecnológico

By admin / On Mar.05.2015 / In / Width

1. Introdução
O sucesso de qualquer estratégia de utilização da ciência e da tecnologia na realização das prioridades nacionais é decisivamente dependente da formação de cientistas e engenheiros.

A  formação em contexto de trabalho real, o saber fazer adquirido num contexto de resposta aos problemas reais vividos em Moçambique, será com certeza de grande importância para que se possa aspirar as melhorias sustentadas no sistema produtivo nacional.
 

2. Objectivo
O objectivo geral deste programa é tirar partido da presença em Moçambique de empresas  de base tecnológica ou com competências fortes em domínios importantes para o desenvolvimento de Moçambique, criando um contexto que facilite a realização de estágios de formação de jovens quadros moçambicanos nessas empresas e, dessa forma, melhorando a qualificação e competências técnicas e tecnológicas dos moçambicanos.

Considera o MCT que a formação eficaz em éreas tecnológicas de recursos humanos moçambicanos é um primeiro e decisivo passo para instalar, consolidar e desenvolver capacidade de desenvolvimento de tecnologia em Moçambique—Saber fazer conduz naturalmente a fazer.

No curto prazo, o programa pretende garantir a realização de um mínimo de 100 estágios distribuídos pelas seguintes áreas consideradas estratégicas para o desenvolvimento de Moçambique:
- Tecnologias de Informação e Comunicação
- Agricultura
- Construção civil
- Energias Renováveis
- Processamento e Conservação de alimentos
- Transportes
- Indústria Transformadora
- Ciências Marinhas e Pescas
- Saúde
- Recursos Minerais
Indústria Hoteleira e Turismo
 

3. Regras e Metodologia Base

3.1 Duração
O Programa Moçambique Tecnológico (estágios profissionais em empresas tecnológicas) desenvolver-se-á em períodos de doze meses após a sua entrada em vigor (data a ser determinada pelo MCT), podendo ser prolongado por iguais períodos, mediante despacho do mesmo Ministério.

Durante a vigência do Programa, e a qualquer altura, as empresas tecnológicas que operam em Moçambique são convidadas a submeter estágios de formação em contexto laboral com a duração mínima de seis meses (sendo doze meses a duração desejável).

Os jovens quadros Moçambicanos são convidados a candidatarem-se aos estágios submetidos por tais empresas.

3.2  Destinatários—Empresas
P oderão submeter estágios todas as empresas de base tecnológica legalmente constituídas e com sede em Moçambique, bem como todas as empresas estrangeiras com as mesmas características que estejam a operar em território moçambicano.

As submissões de estágios deverão ser concretizadas através da utilização de um formulário especificamente construído para o efeito a adquirir no MCT.

O MCT manterá um registo das empresas tecnológicas a operar em Moçambique as quais são elegíveis para se candidatar ao programa.

3.3 Destinatários—Quadros Candidatos
Mediante a sua participação neste Programa, os Quadros Moçambicanos terão acesso, através de um estágio em contexto de trabalho real, a uma formação que se perspectiva profunda e sólida nos diferentes domínios tecnológicos em que o programa pretende intervir.

Os candidatos deverão ser cidadãos moçambicanos, com idade até 35 anos, habilitados com qualificação de nível superior numa das áreas de formação consideradas para efeitos do programa.

É atribuída prioridade a candidatos nas situações de procura de primeiro emprego ou de novo emprego.

As submissões de candidaturas aos estágios previamente anunciados pelo MCT deverão ser concretizadas através do envio de curriculum vitae do candidato conjuntamente com indicação do estágio a que se candidata (ou dos estágios, se mais do que um, por ordem de preferência).

3.4 Selecção
OMCT fará a ligação entre os candidatos e as empresas, recebendo submissão de estágios e candidaturas a estágios de uns e outros, respectivamente. As empresas terão a liberdade de seleccionar os candidatos de entre os que se candidatarem a cada um dos Planos de Estágio previamente submetidos.

Espera-se que as empresas dinamizem as ofertas de estágios procurando, sem deixar de respeitar os critérios de elegibilidade estipulados, aproximar a oferta à procura de estágios.
 

Sobre Nós

Natureza: O Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP) é o órgão central do Aparelho do Estado que, de acordo com os princípios, objectivos, políticas e planos definidos pelo governo, dirige, planifica e coordena as actividades no âmbito da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional. Foi criado pelo Decreto Presidencial n.º 1/2015, de 16 de Janeiro.

Visão : Formular políticas para o desenvolvimento integrado, articulado e qualitativo da Ciência e Tecnologia, dos Ensinos Superior e Técnico-Profissional, com vista à indução do crescimento e desenvolvimento socioeconómico de Moçambique.

Missão: Promover a oferta de soluções científicas e tecnológicas aos cidadãos nas áreas estratégicas de desenvolvimento definidas nos programas do Governo de Moçambique, aliado à promoção do acesso, expansão e garantia de qualidade de ensino nos níveis de Ensino Técnico-Profissional e Superior em Moçambique.